Vale a pena importar da China? Para saber, faça um estudo de custos da importação

Quer saber se um produto vale a pena importar? Faça um estudo de viabilidade de importação.

O que é um estudo de viabilidade de importação? É um estudo de todos os custos de uma importação para o Brasil, normalmente é  uma planilha ou documento que mostra todos os custos e gastos que irão incidir durante a sua importação, e vai te indicar o custo final estimado do seu produto.

Você normalmente pode contratar um despachante ou uma trading para fazer este serviço, mas eles vão te pedir o NCM do produto, o valor do pedido e também indicar como será o embarque (se por via aérea ou marítima; consolidado ou em container próprio) para ele possa fazer a análise para você. Estas informações você como importador deverá procurar saber por conta própria.

Mas vale a pena contratar um profissional para fazer este estudo para você, pois existem muitos custos e taxas que são difíceis de se averiguar se você não tem acesso a um despachante aduaneiro e/ou agente de carga, pois eles mudam periodicamente muitas vezes sem aviso e tem nomes cujo significado são inexplicáveis (como as taxas TSC e TRS). Além é claro de mudanças em leis, difíceis de serem previstas, o que afetam o modo como os produtos devem ser importados, as exigências do governo e o seu tratamento administrativo e tributário.

Por exemplo, o frete de um container de 20 polegadas muda de preço a cada mês, dependendo da demanda e do período de embarque. Uma semana de diferença e o preço do seu frete pode subir em mais de USD 200.

Outro fator que afeta muito é a carga tributária dos produtos. Um estudo de viabilidade vai te informar as alíquotas e quanto você vai pagar de imposto durante a nacionalização do seu pedido. Seu despachante ou trading também pode lhe indicar a melhor forma de importar, por qual estado/porto é mais vantajoso (tradings normalmente têm filiais em vários estados diferentes exatamente para poder lhe fornecer este serviço).

Muitos de nossos clientes só começam uma operação grande se o estudo dos custos da importação forem favoráveis, pois só assim é possível calcular com precisão o investimento que deve ser feito, a formação do preço final e a taxa de retorno da importação.

Além disso, o estudo de viabilidade é importantíssimo para saber o tratamento administrativo do produto que você quer importar. Com o NCM, o seu despachante/trading (se ele for bom) vai te informar se o produto tem alguma restrição de importação (se tem um preço mínimo para importar, se tem alguma taxa de imposto extra, ou seja se há alguma das chamadas medida antidumping, cujo objetivo é taxar produtos do exterior para permitir a competição da indústria brasileira com os produtos estrangeiros), se precisa de alguma certificação especial, etc.

Por exemplo, alguns itens são considerados como carga perigosa e por isso exigem mais informações para sua importação. Canetas corretivas são consideradas material perigoso/inflamável na China e por isso não podem ser importadas por via aérea. Além disso, sua importação no Brasil necessita de licença de importação não-automática e certificação do Inmetro. Alguém sem experiência poderia achar que é só comprar na China e botar em um avião para o Brasil, mas não é tão simples.

Outros produtos exigem que a fábrica exportadora seja qualificada por uma agência segundo regras estabelecidas pelo Inmetro/ABNT, e que seus produtos sejam importados com um código ou selo de identificação especial do importador e exportador, como é no caso das importações de material escolar e de rodas para automóveis.

Ou seja, se você, importador iniciante, quer saber se vale a pena importar um produto, você deve procurar fazer um estudo de viabilidade e de custos, para ter a segurança de que você terá o lucro desejado e evitar problemas administrativos.

Nós da Hosun do Brasil Consultoria fazemos todo estudo de custos para os nossos clientes, sendo que nós podemos procurar os melhores preços e também indicamos a melhor opção para sua importação. Caso tenha interesse, contate-nos no email: hosunbr@gmail.com

This entry was posted in Principal and tagged , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *